Saiba mais sobre Leo Paixão, jurado de Mestre do Sabor

O chef de cozinha Leo Paixão chama atenção no reality Mestre do Sabor por sua simpatia e conhecimento. Ele é capaz de decifrar quase qualquer ingrediente, principalmente se for um insumo genuinamente brasileiro.

É também uma figura complexa, uma vez que ao mesmo tempo aparenta calma, equilibro e sorri, é rígido com os membros do seu time e certeiro em suas colocações. Quem assiste o reality e vê tanta convicção em Leo, nem imagina que o chef mineiro tem uma história que quase não o levou para a gastronomia.

Chef Leo Paixão
Time de Leo Paixão é composto por diversos perfis de cozinha e o chef também transita entre diferentes gastronomias. Foto: Globo/Victor Pollak

Além de cozinheiro, Leo é médico

Nascido em Belo Horizonte, cresceu cercado de médicos e cientistas em sua família. O que é mais esperado de um filho de médicos? Que se forme em Medicina.

Assim Leo Paixão o fez. Após se formar em Medicina pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais), exerceu a profissão por três anos, até conseguir recursos para se dedicar à sua verdadeira paixão: a cozinha.

Foi a Paris estudar Gastronomia na Ferrandi, a melhor escola francesa de cozinha. Após se graduar, Leo trabalhou no Pierre Gagnaire Hotel Balzac, que tem três estrelas no Guia Michelin, além dos restaurantes La Cape e La Table de Joel Robuchon.

Leo Paixão voltou ao Brasil

Quando retornou ao Brasil, sua carreira se solidificou rapidamente. Abriu o restaurante Glouton, na capital mineira, onde atua também como chef, e mais recentemente o Nicolau Bar da Esquina.

Apaixonado pela cozinha da sua região e formado nas técnicas francesas, Leo conquistou o mercado brasileiro e os críticos.

Por isso conquistou prêmios importantes como Chef do Ano Prazeres da Mesa, 50 Best Discovery America Latina e Chef Revelação Guia 4 Rodas. O chef consegue atender todos os públicos: no Glouton oferece cozinha francesa mesclada com ingredientes mineiros. Já no Nicolau serve comida acessível e fiel à vanguarda da culinária de Minas Gerais.

Mestre do Sabor consolidou o chef

Foi Claude Troisgros, apresentador de Mestre do Sabor, que fez a ponte entre Leo Paixão e a produção do reality. O chef adorou a ideia, mas nem imaginava a grandiosidade do projeto. Desde então vê as reservas de seu restaurante, o Glouton, ficarem mais concorridas e muitas filas no bar Nicolau.

Fora do reality o sucesso de Leo Paixão é grande, mas na competição também. Responsável por menus muito elogiados por Troisgros e Batista, também apresentador, Leo consegue manter a confiança dos membros do seu time, o que considera fundamental no sucesso nas provas em equipe do reality.

Time Leo é formado por chefs de diversas regiões

Em “Mestre do Sabor” Leo Paixão é responsável por coordenar uma equipe nas provas da fase de equipes. Nas provas da fase “Na Pressão”, os times disputam a imunidade e os integrantes do grupo vencedor não disputam a prova de eliminação.

O Time Leo é bem diverso e tem representantes de diversas partes do país. Serginho Jucá, de Alagoas, Álvaro Gasparetto, que atua em Goiânia, Lydia Gonzalez, do Rio de Janeiro, Moacir Santana, da Bahia, Bruno Hoffmann e Ana Zambelli, de São Paulo.

Time do chef Leo Paixão em Mestre do Sabor
Time de Leo Paixão é compostos por seis integrantes da segunda temporada de Mestre do Sabor. Foto: Globo/Victor Mallik

Apesar de trabalhar com as bases francesas da gastronomia em seu restaurante Glouton, Leo Paixão deixa claro que envolve memória afetiva em sua cozinha: “Hoje eu pratico uma gastronomia mais afetiva, faço releituras das receitas da minha família. Ainda tenho o caderno de receitas da minha avó e bisavó, mas meu referencial na cozinha é o meu avô, que me ensinou a cozinhar quando ainda era menino”, conta Leo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.