Cantora Marília Mendonça foi acusada de transfobia após comentários em sua live

A cantora Marília Mendonça virou assunto nas redes sociais nesta segunda-feira (10), após a realização de uma live neste último final de semana, a cantora e sua equipe protagonizaram um episódio de transfobia durante a live.

Em tom de deboche, a cantora relembrou uma história pessoal de seus tecladista em uma boate LGBTQIA+, após o encerramento da live, muitos internautas que se indignaram com a atitude tomada, levantaram a hashtag #Mariliatransfobica no Twitter.

A própria Marília Mendonça e muitos outros artistas e influencers se pronunciaram sobre o ocorrido nesta segunda.

Marília Mendonça causa em live de sábado

A cantora sertaneja Marília Mendonça realizou uma live no último sábado (08), e acabou chamou a atenção da Internet por conta de alguns comentários realizados. Depois de contar uma história que aconteceu com um de seus músicos, ela foi acusada de transfobia.

Durante a transmissão, o tecladista de sua banda pediu para que ela contasse a história de uma das músicas. “O que a gente combinou no ensaio, que a gente ia falar, não saiu nada ainda (…) eu sei que a próxima música aí tem história, e ninguém quer falar a história, é um acontecimento”, disse ele.

A sertaneja no momento, disse não se lembrar do ocorrido, e, após cantar a música “Sensível Demais”, da dupla sertaneja Crystian & Ralf, deu continuidade ao assunto. “Eu acho que tô lembrada, foi quando um integrante nosso falou que tocava num lugar? Quem é de Goiânia lembra da boate Diesel, que tinha aqui em Goiânia”, continuou Marília Mendonça.

Marília Mendonça durante sua live de sábado (08).
Marília Mendonça durante sua live de sábado (08). (Foto: Reprodução/ Google).

#Mariliatransfobica em 1° lugar no Twitter

A banda então começou a rir enquanto Marília dizia o que aconteceu naquela noite. “E aí não vou falar quem e nem vou falar o porquê, vou ficar calada. Quem lembra da boate Diesel, lembra da boate Diesel.

Disse… que lá foi o lugar que ele beijou a mulher mais bonita da vida dele. É só isso. O contexto vocês não vão saber”, disse a cantora. O local citado pela cantora é uma boate LGBTQIA+ , o que deu a entender, que a história contada envolvia uma mulher trans ou bissexual.

Logo após a fala de Marília Mendonça, o guitarrista da cantora completou: “era mulher mesmo”. Isso foi o suficiente para que as pessoas compreendessem que o deboche tinha viés transfóbico. Após a live, internautas se manifestaram contra o ocorrido e subiram a hashtag #Mariliatransfobica.

Pabllo Vittar e outros artistas se posicionam contra a atitude

Depois de toda a repercussão, nesta segunda-feira (10), a sertaneja usou sua conta no Twitter para se desculpar. “Pessoal, aceito que fui errada e que preciso melhorar. Mil perdões. De todo o coração. Aprenderei com meus erros. Não me justificarei”, escreveu ela na rede social.

Após o polêmico comentário de Marília Mendonça que soou como transfóbico durante sua live realizada no último final de semana, a cantora Pabllo Vittar e outros internautas desde influenciadores até mesmo conta comuns, se manifestaram contra a atitude da cantora.

Em seu perfil no Twitter na manhã desta segunda-feira (10), Pabllo Vittar lamentou a atitude preconceituosa da sertaneja. “O ano é 2020 e ainda tem gente que acha engraçado fazer piada transfóbica”, disparou Pabllo em seu Twitter.

Tweet da cantora Pabllo Vittar
Tweet feito pela cantora Pabllo Vittar. (Foto: Reprodução/ Twitter).

Figuras conhecidas da comunidade LGBTQIA+ e contas de pessoas trans se posicionaram fervorosamente contra a fala da cantora sertaneja e de sua equipe, justificando que, “uma mulher que vive em um meio tão misógino e machista, ter esse tipo de comportamento é realmente entristecedor”, explanou uma internauta, por fim.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.